Pesquisar este blog

26 de set de 2011

DE QUE PROJETO FALA O BNDES?

BNDES aprova apoio de R$ 700 mil para recuperar Praça da Matriz, em Paraty (RJ)
A diretoria do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou apoio financeiro no valor de R$ 700 mil para a Associação Casa Azul, com o objetivo de restaurar e revitalizar a Praça da Matriz, no centro histórico de Paraty (RJ).
Anteriormente, o BNDES já havia apoiado, com recursos da ordem de R$ 1,4 milhão, a restauração da Igreja Nossa Senhora dos Remédios, que agora terá seu entorno recuperado.
A construção da Praça da Matriz data do período compreendido, provavelmente, entre 1906 e 1912, durante a época de estagnação econômica da região, iniciada em 1870 e que se estendeu até meados do século XX. Foi construída no que era conhecido como antigo Largo da Matriz, assim chamado por ficar bem em frente à Igreja Nossa Senhora dos Remédios, a Matriz de Paraty, construção em estilo neoclássico, iniciada em 1787 e finalizada em 1873.
A praça caracteriza-se como a mais antiga e maior área verde inserida no bairro histórico de Paraty, constituindo-se no principal ponto de encontro e de convívio entre moradores locais e turistas.
No momento, o local tem calçadas irregulares e deterioradas, vegetação desordenada e déficit de equipamentos urbanos. A revitalização promoverá a recuperação paisagística da praça, que será equipada com novos bancos, bebedouros, lixeiras e telefones públicos. Outro aspecto positivo da proposta é o de proporcionar melhor acessibilidade, com a construção de rampas e calçadas e degraus com piso regular.
Essa iniciativa está alinhada com uma das modalidades operacionais do Fundo Cultural, que inclui o apoio a projetos de caráter estruturante ou que possam servir como modelo para futura atuação do BNDES.
Estamos nos perguntando de que projeto o BNDES fala nesta notícia postada em seu site.
Revitalizar uma praça que é viva, dinâmica, onde os paratienses encontram seus amigos, os jovens passeiam, mães e pais levam seus filhos, turistas circulam, onde festas acontecem como, por exemplo, a Festa do Divino entre outras. No último final de semana aconteceu nela o “Paraty em Foco”.
De que projeto fala o BNDES que diz que telefones públicos serão instalados? Seriam orelhões? Bebedouros... Como assim? Gostaríamos de ter conhecimento deste projeto em seu inteiro teor.
A comunidade paratiense não conhece o projeto, nunca o apoiou. Tão pouco agora em 2011 o faz.
Nosso conhecimento restringe-se a esta foto acima e as obras que caminham em passo acelerado e que nos causa espanto e repúdio.

Será que a retirada desta árvore faz parte da recuperação paisagística de que fala o BNDES?




Nenhum comentário:

Postar um comentário