Pesquisar este blog

6 de out de 2011

MATÉRIA PUBLICADA PELA CASA AZUL NO JORNAL DE PARATY DE 6 A 12 DE SETEMBRO DE 2011

Construindo um projeto para o restauro e a requalificação da Praça da Matriz de Paraty
Publicado em 6 a 12 de setembro de 2011 – Jornal de Paraty

Em agosto deste ano a Associação Casa Azul iniciou as obras de restauro e requalificação da Praça da Matriz, no coração de Paraty. A obra conta com  patrocínio do BNDES, via Lei Rouanet, Eletronuclear, apoio do Ministério da Cultura, do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), da Prefeitura Municipal de Paraty e é uma das ações do Plano Estratégico Mar de Cultura de Paraty.
O restauro e requalificação da Praça da Matriz busca recuperar e reunir elementos da memória coletiva da cidade por meio de pesquisas históricas, entrevistas com antigos moradores e reuniões com a comunidade. Objetivando um equilíbrio entre a preservação do patrimônio histórico e a adoção de medidas de adequação do espaço à contemporaneidade, a proposta contempla o resgate de elementos do projeto original da década de 1920, assim como adequações que garantam a acessibilidade para todos.
O projeto faz parte de um estudo mais amplo de leitura do território paratiense ao qual a Associação Casa Azul se dedica desde 1994. O caminho foi longo. Desde a inscrição no Ministério da Cultura do Projeto de Restauro e Revitalização da Praça da Matriz até hoje foram 6 anos de trabalho, que contou com a participação de técnicos, instituições e órgãos competentes. Agora o projeto acaba de completar mais uma etapa: a partir das demandas levantadas na audiência pública do dia 17 de agosto último, ocorrida na Casa da Cultura, foram eleitos democraticamente 13 delegados, representando diferentes grupos da sociedade paratiense. A idéia foi consolidar uma comissão de trabalho representativa, validada no dia 18 de agosto no mesmo local, para debater, construir, informar e garantir que o projeto para a praça reflita os desejos da população paratiense.
Os encontros da comissão de trabalho representativa ocorreram nos dias 23, 24, 25 e 26 de agosto de 2011 e as reuniões com a Associação dos Engenheiros e Arquitetos de Paraty, ocorreram nos dias 22 e 26 da mesma semana. Objetivando a construção coletiva desse espaço público tão importante para a cidade, foram feitas dinâmicas para incorporar no projeto os usos e desejos da população em harmonia com as questões técnicas. Os ganhos mais significativos para o projeto vieram justamente dessa junção, como, por exemplo, a manutenção das muretas com melhorias e readequações; aumento do número de bancos com encosto; a readequação do paisagismo e o entendimento da necessidade de passeios com piso regular para proporcionar uma multiplicidade de usos e a acessibilidade irrestrita. A experiência desses encontros foi fundamental para a construção de um projeto mais inclusivo e democrático, mostrando a importância do diálogo e do debate aberto para se pensar coletivamente os espaços públicos de Paraty.
Ainda este mês a comissão de trabalho representativa voltará a se reunir para aprovar o projeto final da Praça da Matriz.
Para mais informações acesse o blog http://grupogestormardecultura.wordpress.com/
Andréa Maseda
Assistente de Produção
Festa Literária Internacional de Paraty – FLIP
Associação Casa Azul
Alameda Princesa Isabel, 2, Pontal, Paraty/RJ
T+55 24 3371 7082, ramal 23
M + 55 24 78342422
ID 11*25308
www.flip.org.br

Estranho é que em seu blog a Casa Azul posta este texto publicado no Jornal de Paraty com algumas alterações (partes em vermelho). Veja abaixo:

Construindo um projeto para o restauro e a requalificação da Praça da Matriz de Paraty
Publicado em setembro 27, 2011 por casaazul
Em agosto deste ano a Associação Casa Azul iniciou as obras de restauro e requalificação da Praça da Matriz, no coração de Paraty. O projeto foi validado pelo Plano Estratégico Mar de Cultura, aprovado pelo Ministério da Cultura, IPHAN, pela Prefeitura Municipal de Paraty e conta com o patrocínio do BNDES, via Lei Rouanet (PRONAC  °065649), e da Eletronuclear.
O restauro e requalificação da Praça da Matriz buscou recuperar e reunir elementos da memória coletiva da cidade por meio de pesquisas históricas, entrevistas com antigos moradores e reuniões com a comunidade. Objetivando um equilíbrio entre a preservação do patrimônio histórico e a adoção de medidas de adequação do espaço à contemporaneidade, a proposta contempla o resgate de elementos do projeto original da década de 1920, assim como adequações que garantam a acessibilidade para todos.
O projeto faz parte de um estudo mais amplo de leitura do território paratiense ao qual a Associação Casa Azul se dedica desde 1994. O caminho foi longo. Desde a inscrição no Ministério da Cultura do Projeto de Restauro e Revitalização da Praça da Matriz até hoje foram 6 anos de trabalho, que contou com a participação de técnicos, instituições e órgãos competentes. Agora o projeto acaba de completar mais uma etapa: a partir das demandas levantadas no encontro público do dia 17 de agosto último, ocorrida na Casa da Cultura, foram eleitos democraticamente 13 representantes de diferentes grupos da sociedade paratiense. A idéia foi consolidar uma comissão de trabalho representativa, validada no dia 18 de agosto no mesmo local, para debater, construir, informar e garantir que o projeto para a praça reflita os desejos da população paratiense.
Os encontros da comissão de trabalho representativa ocorreram nos dias 23, 24, 25 e 26 de agosto de 2011 e as reuniões com a Associação dos Engenheiros e Arquitetos de Paraty, IPHAN e SEDUMA ocorreram nos dias 22 e 26 da mesma semana. Objetivando a construção coletiva desse espaço público tão importante para a cidade, foram feitas dinâmicas para incorporar no projeto os usos e desejos da população em harmonia com as questões técnicas. Os ganhos mais significativos para o projeto vieram justamente dessa junção, como, por exemplo, o redesenho das muretas; aumento do número de bancos com encosto; a readequação do paisagismo e o entendimento da necessidade de passeios com piso regular para proporcionar uma multiplicidade de usos e a acessibilidade irrestrita. A experiência desses encontros foi fundamental para a construção de um projeto mais inclusivo e democrático, mostrando a importância do diálogo e do debate aberto para se pensar coletivamente os espaços públicos de Paraty. (GRIFO NOSSO NAS DIFERENÇAS NO TEXTO).
"Ainda este mês a comissão de trabalho representativa voltará a se reunir para aprovar o projeto final da Praça da Matriz."  JP de 2 a 16 de set/11

Será que a Reunião na Prefeitura refere-se a esta afirmação???

Nenhum comentário:

Postar um comentário