Pesquisar este blog

14 de out de 2011

TEXTO POSTADO NO BLOG DA CASA AZUL - 10/10/2011

A Praça da Matriz no tempo
Publicado em outubro 10, 2011 por casaazul
















Ao longo da sua história a Praça da Matriz já recebeu vários nomes diferentes. Foi Largo Municipal, depois Praça 15 de Novembro e, também, Praça Monsenhor Hélio Pires. Mas o que nunca mudou foi a sua importância como espaço de todos os paratienses, onde acontecem encontros, festas tradicionais e se constrói um pedaço da história da cidade.
O projeto de Restauro e Requalificação da Praça da Matriz resgata aspectos do projeto original da década de 1920 e também leva em conta lembranças de paratienses que viveram histórias e experiências na Praça em diferentes épocas. Restaurar não significa voltar no tempo, retroceder. Por isso, o projeto busca integrar elementos do projeto original com a memória coletiva da Praça, além de incorporar melhorias que permitam ajustar o espaço ao uso que a população dá ao local nos dias de hoje.


O QUE A POPULAÇÃO CONHECE DESTE PROJETO
MOVIMENTO AMAMOS PARATY

Foto postada no site Paraty Trip





1o slide apresentado pela Casa Azul




Desenho apresentado em um folder e em novo slide

Planta de um slide

Planta do outro slide

Desenho do folder e do 2o slide













CONTINUAMOS SEM SABER SE É RESTAURO OU REFORMA
SE É REVITALIZAÇÃO OU REQUALIFICAÇÃO

Conforme Memorando 09/2006 datado de 05/10/2006 do IPHAN transcrito na íntegra abaixo:


 Assunto: Termo de Referência para Pça da Matriz - Paraty - RJ
 de Arquiteto Sérgio Martins Treitler
 para Cyro Corrêa Lyra - Assessor

Senhor Cyro,

Analisando o processo MinC - 01400.005698/2006 - 11, intitulado Projeto de Restauro e Revitalização da Praça da Matriz, em Paraty, Estado do Rio de Janeiro, sugiro alterar sua denominação para: Reforma e Requalificação da Praça da Matriz. Tal sugestão baseia-se no fato de que a praça encontra-se em uso, não sendo o caso de revitalizá-la e sim de requalificá-la, dfotando-a de uma concepção espacial e de uma infra-estrutura que otimize seu uso pela população.
Isto posto, encaminho o Termo de Referência feito para subsidiar a elaboração do projeto de urbanização e paisagismo da Praça da Matriz.

Respeitosamente

Sérgio Martins Treitler
Arquiteto
Técnico II - A - III Matrícula 360793
DEPAM/IPHAN

Falando no Termo de Referência do IPHAN para este projeto, válido nos parece relembrar da questão abordada pelo IPHAN em FUNDAMENTOS DE PROJETO:

- " ...baseado numa demanda de uso que considere e contemple principalmente os anseios dos moradores da cidade e dos usuários da praça".

Porém o que estamos assistindo dia após dia é uma atitude de total desconsideração com a vontade e os anseios popular.
Até as manifestações de uma parcela da população sofrem tentativas de repressão como a que ocorreu em 24/09/2011 onde as faixas foram retiradas rapidamente; e agora na vigília de 24h, realizada pelo Movimento Amamos Paraty,  iniciada no dia 12/10/2011 e finalizada no dia 13/10/11.
No dia 13/10 /11, três tentativas de retirada de nosso manifesto pacífico, ordeiro e silencioso aconteceram. Na primeira, por volta de 7h da manhã, os funcionários da empreiteira receberam ordens da Casa Azul para que fossem retiradas as faixas e conseguimos explicar-lhes que nosso protesto era legítimo. Pelo meio da manhã uma funcionária da Casa Azul foi ao local e junto com um funcionário da empreiteira também iniciou a retirada das faixas. Conseguimos também explicar-lhe que estamos numa Democracia e temos o direito ao protesto.

Funcionária da Casa Azul chegando para retirar as faixas do Movimento




Na última tentativa vimos a viatura com as luzes ligadas da Polícia Municipal chegar com três guardas municipais. Após eles verificarem que estávamos apenas fazendo uma manifestação ordeira, sem causar transtornos, os policiais ligaram para a pessoa de quem haviam recebido ordens para tirar nossos protestos e explicaram o que estavam vendo e disseram que não iriam cumprir a ordem. Se retiraram em seguida e pudemos levar até o fim nosso protesto.


PERGUNTAMOS ENTÃO À CAZA AZUL: 

- é assim que vocês observam o Termo de Referência do IPHAN para esta obra?

" ...baseado numa demanda de uso que considere e contemple principalmente os anseios dos moradores da cidade e dos usuários da praça".

Nenhum comentário:

Postar um comentário