Pesquisar este blog

13 de dez de 2011

Nossa Praça da Matriz hoje

As fotos falam por nós em que se transformou nossa Praça da Matriz pelas mãos da Casa Azul contrariando a vontade da maioria da população paratiense e também de muitos turistas que aqui chegam.
Uma praça moderna no coração do Centro Histórico.









Nos perguntamos: será que Paraty pretende mesmo ser tombada como Patrimônio da Humanidade????? Ou será essa obra parte integrante desta candidatura??????
E a água enlameada em nossas torneiras? E o esgoto? E a saúde? E a segurança? E as drogas que se espalham em nossas famílias livremente? E tantas outras mazelas....
Nos perguntamos: o que significa de fato para a Casa Azul esta transformação de nossa Praça ser um “embrião de toda uma revitalização dos espaços públicos de borda d’água de Paraty” condição esta que o Sr Mauro Munhoz (presidente da Casa Azul) coloca-se como responsável.
Uma obra que segundo a Casa Azul visa à acessibilidade irrestrita e à recuperação da vocação social deste espaço? Como assim? Para shows? Para feiras? Para quê afinal fizeram essa grande pizza de concreto no lugar da praça aconchegante e acolhedora que tínhamos?
Seria a obra da ponte velha? A recuperação do sistema original de drenagem do Centro Histórico? A Calçada da Patitiba? Seria a Santa Casa das Artes (segundo falam na cidade convênio por 22 anos) onde hoje funciona a Santa Casa já que a obra do novo hospital não termina? Aliás, Luan Santana animará os doentes no próximo dia 16/12/2011 ao lado do palco com decibéis acima do permito e tolerável.
Nos perguntamos: como uma OSCIP que se diz cultural, atuante e preocupada com Paraty segue sua obra, sem contudo levar em conta a vontade da população? Que retira os protestos realizados pela população, acionando até a polícia municipal? Que usa a população de forma duvidosa para respaldar sua obra? Que fala em Democracia, mas atua de forma imperiosa. Que diz que possui compromisso com a preservação de Paraty. Alegar que a obra da praça é de 1920 é uma coisa, o que vemos agora é outra: vemos um enorme concretão gramado, sem identidade alguma e destoando do entorno. Por falar em entorno será que pretendem estender seus projetos e obras também para o entorno? Em caso afirmativo, o que não sabemos, resta-nos eleger a Casa Azul como prefeito e no dia das eleições curtirmos uma praia ao invés de enfrentarmos filas para votarmos. Se for este o caso quem estaria exercendo o papel de poder executivo na cidade é a Casa Azul, anulando inclusive o Legislativo já que este se encerrou em seu mutismo e lavaram as mãos mesmo sabendo, ambos, que a população – que os colocou ali - está indignada com esta obra, com listas e listas de assinaturas de paratienses e também turistas contra este projeto.
A praça da Casa Azul encontra-se quase pronta. E o tal projeto “canteiro escola” alguém viu? Seria ele a tal qualificação profissional que consta da proposta ao MinC? Alguém sabe onde ele acontece? Do quê se trata este canteiro escola? Quem e quantos da população têm acesso e quem está sendo treinado nele, caso exista? Dentre os funcionários da empreiteira que realizou a obra segundo informações colhidas no local apenas 1 funcionário era paratiense.
Enfim, as perguntas continuam sem respostas. A obra/projeto da Casa Azul quase pronta.
Ao Prefeito, aos Vereadores e a Casa Azul afirmamos: nós paratienses que amamos esta cidade nunca nos acostumaremos com esta obra que transformou nossa Praça da Matriz, no coração do Centro Histórico, nosso maior símbolo, sem o nosso apoio e aval, nesta imensa pizza de concreto. Ela se persistir desta maneira será sim nosso maior símbolo de revolta e indignação contra a falta de transparência, contra a falta de respeito com a voz popular,  contra a ausência de verdade, contra a impunidade, contra o uso do dinheiro público de forma duvidosa. Nos lembrará a todo instante de nossa Cidadania e do que ela significa. Nos dará força para fiscalizar, cobrar e lutar por nossos direitos. E mais importante - será nosso parâmetro de escolha nas urnas.

3 comentários:

  1. Sinceramente, me surpreendi. Ficou boa.

    ResponderExcluir
  2. Para o Centro Histórico não concordamos. Aliás esta praça não possui identidade alguma. Destruiu o charme da Praça da Matriz. E agora? A Prefeitura pretende fazer manutenção deste saibro e da praça como um todo? Ou a Casa Azul será agraciada em sua idéia de ter um Gerente para cuidar dela e da programação cultural da praça (que é pública e para livre trânsito).Caberia em qualquer lugar que necessitasse de um espaço concretado sem valor algum. Apenas para dizer que fez e justificar "algum investimento". Sinceramente medíocre o projeto e a obra. Uma pena

    ResponderExcluir
  3. acho que tá ficando boa também.

    ResponderExcluir